Honestidade: elogiado o corredor que se negou a vencer líder, que parou por engano

  • PDF
ivan_fernandez
O atleta espanhol Ivan Fernández Anaya, de 24 anos, não venceu a prova de cross country de Burlada, em Navarra, no último dia 2, mas até hoje está sendo cumprimentado, elogiado, aclamado por sua atitude de honestidade durante o evento.
O atleta queniano, Abel Mutai, medalha de ouro nos 3000m com obstáculos em Londres, estava prestes a ganhar a corrida.
Mas parou no lugar errado, achando que tinha alcançado a linha de chegada.
Ivan Fernández Anaya, o segundo colocado, se aproximou e, em vez de ultrapassá-lo, alertou o líder sobre o equívoco e o conduziu para confirmar sua vitória.
Em outras palavras Ivan negou-se a conquistar a prova.
Ele estava a 10 metros da bandeira da chegada e não quis aproveitar a oportunidade para acelerar e vencer.
Gesticulando, para que o queniano compreendesse a situação e quase empurrando-o levou-o até o fim, Ivan Fernandez deixou o colega vencer a prova como iria acontecer se ele não tivesse se engado sobre o percurso.
corredor_honesto
Ivan, que é considerado um atleta de muito futuro (campeão da Espanha nos 5.000 metros, na categoria há dois anos) ao terminar a prova, disse: "Ainda que tivesse me dito que ganharia uma vaga na Seleção espanhola para disputar o Campeonato Europeu, eu não teria me aproveitado . Acho que é melhor o que eu fiz do que se tivesse vencido nessas circunstâncias. E isso é muito importante, porque hoje, como estão as coisas em toda sociedade, no futebol, no sociedade, na política, onde parece que vale tudo, um gesto de honestidade vai muito bem. "
Tantos dias depois do ocorrido, a história continua sendo exaltada no noticiário e nas redes sociais.
Neste sábado, em seu blog, Fernández comentou a repercussão de sua atitude, que continua sendo elogiada duas semanas depois.
"Hoje está sendo um dia especial para mim --ou melhor, muito especial-- nunca pude pensar que meu gesto com Mutai chegaria aonde está chegando. Estou em uma autêntica nuvem, são muitos os comentários, entrevistas, reportagens sobre o sucedido. Queria agradecê-los por tudo o que vocês fizeram por mim", escreveu.
O que chamou a atenção de todos foi algo que deveria ser básico no ser humano, mas tem sido excessão: a honestidade.
"Eu não merecia ganhá-lo. Fiz o que tinha que fazer", afirmou Fernández em declaração reproduzida pelo jornal 'El País', da Espanha.  
Com informações da Folha.

 

 

 

 

 

 

 

 

Notícias Relacionadas

Última atualização em Seg, 21 de Janeiro de 2013 20:37

Comentários

 
#1 21/01/2013 00:12
Atleta com A MAIÚSCULO.
Nem tudo está perdido!.
Que venham mais atletas assim, o mundo do esporte precisa desta CORAGEM.
ANA MARIA STARLING SOARES
 
 
#2 21/01/2013 19:27
Parabéns Ivan Fernandez.
Como vc mesmo disse, atitudes que deveriam ser básicas na prática humana, estão sendo excessões.
Ainda bem que tem pessoas como vc que não perdeu a oportunidade de demonstrar para o mundo, como um homem honesto deve proceder.
"A medalha da honestidade é sua e ninguem terá como tirá-la de você".
Parabéns, parabéns....
Que Deus te ilumine sempre!!!!!!!!!!
João de Deus Neto.
 
 
#3 22/01/2013 19:47
ÓTIMA matéria... mas, por favor, exceÇão e não exceSSão.
 
 
#4 05/03/2013 12:38
ME EMOCIONEI...POIS É DIFÍCIL VER HOJE EM DIA A PALAVRA HONESTIDADE.POR ISSO QUE RENDEU TANTAS MATÉRIAS.ISSO É SÓ COMEÇO DOS NOVOS TEMPOS.PRECISAMOS MOSTRAR MAIS REPORTAGENS COM ESSE TIPO DE ENSINAMENTOS QUE HOJE SÃO RAROS.LINDO.
 
 
#5 13/03/2013 01:00
Como está o nosso planeta, as pessoas estão desacostumadas de verem pessoas honestas que até emocionam-se quando veem uma, mas está melhorando né?, de vez em quando aparece uma, e a frequencia está aumentando,ainda bem,esta são as marcas do fim da era do erro (mal), estamos entrando na era do acerto(bem),portanto chamemos a atenção dos nossos próximos para o que está ocorrendo,principalmente nossos filhos e netos,pois assim eles poderão ajudar na implantação da nova era.
 
 
#6 13/03/2013 01:11
Oi Andréia, a excessão ou exceção, no momento não é prioritário, a exceção,excessão ou excesão é o ato do rapaz a forma de externarmos a nossa admiração, neste momento não está dizendo muita coisa, sejamos além de honestos compassivos com os erros alheios, pois isto também é difícil de encontrarmos.
P.S: EU TAMBÉM NÃO ESTOU COMPASSIVO E NEM COMPREENSÍVEL , COM O ERRO, PERDOE-ME
 
 
#7 17/04/2013 22:33
Muito lindo o comportamento desse atleta, se todos agissem com tamanha honestidade teríamos pessoas mais felizes!
 
 
#8 25/06/2013 21:39
"O que chamou a atenção de todos foi algo que deveria ser básico no ser humano, mas tem sido excessão: a honestidade". Ahhhhh!!!! Eu ia comentar isso. Mas, tudo bem! Inversão de valores, ser bom tá fora de moda, o (i)mundo é dos mais espertos. Ele pensou rápido e fez o certo, isso tem um nome educação doméstica, formação, o freio bem calibrado dos valores aprendidos.
 
 
#9 23/07/2013 21:44
Boa notícia - bom exemplo!
 
 
#10 05/09/2013 01:02
Parabens ao Ivan decisao inteligente como num jogo de xadrez !!!Aproveitando a deixa do jogo de xadrez ,quem quiser perder umas partidas de xadrez pra mim ,e so entrar no buho21 e enfrentar o NOVAPONTE ,meu nick ,fica tranquilo eu vou te dar um cheque mate muitissimo rapido .Se vc for profissional vai ser um mate muito rapido cria coragem e vem ser derrotado!
 

Adicionar comentário